Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Loose Lips

Devaneios sobre tudo e sobre nada.

Loose Lips

Devaneios sobre tudo e sobre nada.

14.Jan.19

Hoje falo-vos de doação de cabelo

2019-01-13 05.35.01 1.jpg

Ainda não vos tinha falado sobre isto, mas uma das últimas decisões que tomei em 2018 foi doar cabelo. A verdade é que tinha o cabelo gigante e estava numa fase em que me incomodava verdadeiramente, ao vestir casacos o cabelo ficava preso nas mangas e tirá-lo era um pesadelo, ao virar-me a dormir não conseguia fazê-lo sem me magoar por estar com o cabelo enrolado em mim, tooooooooda a gente que se sentava à minha beira numa secretária acabava, invariavelmente, por me prender o cabelo com o cotovelo, para além do tempo que perdia a, efetivamente, tratar dele.

A modos que queria mudar, queria dar um corte mais a sério, porque aqui a pessoa (como quase todas as mulheres, aliás) quando cortava o cabelo nunca ninguém dava por ela, que era sempre um espécie de competição a ver qual o mínimo de cabelo que se conseguia cortar. E cheguei a uma fase em que queria, simplesmente, mudar, ver-me livre daquele peso. E ainda que quisesse isto tudo, tinha muito receio do que ia achar ou de como me ia sentir no final, a modos que achei que só fazia sentido se alguém pudesse beneficiar com isso. Então optei por doar. Era uma ideia que já tinha há algum tempo e, em dezembro de 2018, decidi pô-la em prática ao doar 30cm de cabelo.

E, como pode haver gente desse lado a pensar fazer isto também, decidi partilhar com vocês o processo. Ora então, depois de ter decidido que queria doar o cabelo fui pesquisar um bocadinho mais sobre o assunto, no sentido de perceber para onde poderia enviar o cabelo, a que processos é que estaria sujeito e, se efetivamente contribuiria para fazer alguém mais feliz. Encontrei a resposta na Little Princess Trust, uma organização de que ouvi falar pela primeira vez quando a Vanessa Alfaro doou o cabelo (já lá vão uns anos) e que faz perucas para crianças com cancro, através do cabelo que lhes chega de doações de todo o mundo. Se isto não é a melhor premissa do mundo para se doar cabelo, então eu não sei qual é.

Ao contrário do que muita gente acredita os critérios não são mesmo nada restritos, uma vez que qualquer pessoa pode doar cabelo. Assim, simples.

Então e que requisitos é que devem ser cumpridos?

  • O cabelo doado deve ter um comprimento mínimo de  17cm, isto porque há muito cabelo que é "perdido" no processo de transformação e construção de uma peruca e uma mecha de cabelo com menos comprimento não é suficiente. 
  • Preferencialmente o cabelo doado deve ser liso ou ligeiramente encaracolado, novamente na perspetiva do tratamento do cabelo.
  • Pode ser doado cabelo pintado de cores naturais, ou seja, os loiros e variantes não têm problema nenhum. Por outro lado, cabelos pintados de cores exuberantes ou cabelos completamente brancos não são elegíveis.

Os cuidados a ter para o corte são, também, muito simples. O que é pedido é que o cabelo seja lavado sem recurso a amaciadores ou máscaras e que, depois de seco, seja feito um rabo de cavalo e cortado imediatamente acima. O cabelo deve ser colocado num saco de plástico que sele (como os sacos para congelação) e enviado, juntamente com um formulário que encontram no site. Eu enviei por correio normal e demorou cerca de uma semana a chegar lá. Assim que recebem e caso tenham dado o vosso contacto, enviam-vos um mail de agradecimento e um certificado. Encontram estas e outras informações no site

Sem Título.jpg

Acho que toda a gente deve fazer isto uma vez na vida e trouxe-vos este assunto hoje para, quiçá, vos inspirar a uma mudança de visual e a fazerem a vida de alguém um bocadinho melhor.

1 comentário

Comentar post