Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Loose Lips

Devaneios sobre tudo e sobre nada.

Loose Lips

Devaneios sobre tudo e sobre nada.

23.Abr.18

Estamos onde queremos estar?

Há alturas em que somos assolados de questões existenciais: se estamos onde devíamos estar, se temos aquilo que merecemos ou se conseguimos fazer melhor, se estamos bem ou só acomodados, uma alarvidade de ses que começa a surgir. E eu não sei se é desta coisa de me estar a aproximar do quarto de século, mas tenho-me questionado muito sobre isto: se estou onde quero estar, nas várias dimensões da vida.

E se querem que vos diga não sei. E cada vez me sinto mais perdida no meio desta avalanche de questões e porquês. Se há coisas de que sempre tive a certeza que queria e que queria extamente assim, tenho-me questionado se valem a pena o esforço... Quer dizer, sempre fui uma pessoa cheia de ambições e ideias e projetos e parece que, aos quase 25 anos, estou mais ou menos adormecida, que é tudo mais do mesmo, sabem? Cadê a novidade? Cadê aquele friozinho na barriga?

Sempre adorei rotinas, a sério. Aquela coisa de acordar à mesma hora, tomar o mesmo pequeno-almoço, ir passear a minha cadela pelo mesmo caminho, ouvir a mesma playlist, ir aos mesmos sítios... Mas talvez só goste da rotina no que refere a estas coisas, porque isto de saber exatamente com o que contar também cansa... Sei que, aos olhos de muita gente, eu tenho muita sorte e que falo de barriga cheia, mas isso não invalida que eu queira mais na mesma, não é?

Não sei se estou onde quero estar gente. Nem sei se estou no caminho certo para onde quero ir. Porque na verdade nem sei bem para onde quero ir. E isto está a dar cabo de mim.

 

Desculpem-me o desabafo neste tom pesaroso a começar a semana, mas hoje é só mesmo para isto que dá.

2 comentários

Comentar post