Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Loose Lips

Devaneios sobre tudo e sobre nada.

Loose Lips

Devaneios sobre tudo e sobre nada.

27.Fev.18

Está escolhida a escandaleira da semana? #2

Sem Título.jpg

 

 

A Pipoca Mais Doce é que sabe! Isto de facto é cada tiro, cada melro.

Então não é que o queridinho do Diogo Piçarra foi acusado de plágio? E plágio do quê, perguntam vocês? Plágio de um tema da Igreja Universal do Reino de Deus! AH AH AH! Como se a IURD não tivesse mais com que se preocupar nos dias de hoje...

Então e o que é que este menino acha que desculpabiliza esta acusação? Atentem na pérola "Eu próprio sou quem está mais surpreendido no meio disto tudo: nasci em 1990, não sou crente nem religioso, e agora descobrir que uma música evangélica de 1979 da Igreja Universal do Reino de Deus se assemelha a algo que tu criaste, é algo espantoso e no mínimo irónico". Oi? Então, mas só porque tu nasceste 11 anos depois já não existe plágio? É este o critério gente? É que se for digam-me! Aposto que ali antes de 1993 houve variadíssimas ideias musicais / artísticas ou coiso e tal que contribuam para a notoriedade da minha pessoa.

Dioguinho, tal como tu eu também não conhecia o tema da IURD, mas, ao contrário de ti, eu não ganho a vida a fazer música e, consequentemente, não tenho de verificar se há plágio ou não. Parece-me, outra vez, que alguém se esqueceu de fazer o trabalho de casa...

Gente, eu não sei se sabem, mas para trabalhos académicos há uma série de softwares que nos permitem verificar a percentagem de plágio. Quer dizer, nós não podemos inventar palavras ou expressões, ou seja, inevitavelmente, há uma margem viável de plágio, mas se a percentagem for superior ao tido como razoável o trabalho não avança e é preciso alterar. Querem-me dizer que, para os artistas não há nada semelhante?!

Olha, às tantas vai-se a ver e está aqui outra ideia de negócio! Alguém por aqui com vontade de investir?