Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Loose Lips

Devaneios sobre tudo e sobre nada.

Loose Lips

Devaneios sobre tudo e sobre nada.

21.Jan.19

É preciso falar sobre isto #2

Nos últimos tempos temos assistido a um movimento social com cada vez mais impacto no que refere aos direitos das mulheres, não só no que refere à igualdade salarial, mas sobretudo no que refere ao assédio e mimimi. Eu sou muito a favor disto, da igualdade entre géneros.E aqui acho que não entram feminismos, porque por muito que se advoque que o feminismo defende a igualdade, logo à partida a génese da palavra indica uma supremacia (tal como o indica o machismo), de modo que me (...)
18.Jan.19

A primeira entrevista de emprego ao fim de 3 anos

Aqui a pessoa, aos olhos de muitos, tem a sorte grande no que toca a trabalho. Ainda estava na faculdade quando consegui um estágio profissional na minha área e depois de ter terminado o estágio entrei diretamente para os quadros. Tenho um emprego estável, a fazer uma coisa de que gosto muito, bem remunerado, com boas (ótimas) condições e uma chefia e equipa incríveis, é verdade. Mas falta-me qualquer coisa, falta-me o desafio. De forma que tenho estado em procura ativa por um (...)
14.Jan.19

Hoje falo-vos de doação de cabelo

Ainda não vos tinha falado sobre isto, mas uma das últimas decisões que tomei em 2018 foi doar cabelo. A verdade é que tinha o cabelo gigante e estava numa fase em que me incomodava verdadeiramente, ao vestir casacos o cabelo ficava preso nas mangas e tirá-lo era um pesadelo, ao virar-me a dormir não conseguia fazê-lo sem me magoar por estar com o cabelo enrolado em mim, tooooooooda a gente que se sentava à minha beira numa secretária acabava, invariavelmente, por me prender o (...)
04.Jan.19

Então e coisas sobre esse início de ano?

Agora que já todos voltamos às nossas rotinas de trabalho, de sono e de alimentação de pessoas normais, já podemos falar sobre isto do ano novo, não é?Então contem-me coisas: como começou o vosso ano, pessoas? Ah? Passaram o ano em casa entre mantas e cobertores, rodeados de comida, por entre gritos e gritinhos de miúdos da família e discussões daqueles tios afastados, ou foram ramboiar em micro vestidos para festas glamorosas ou passaram ao relento no meio dos milhares de (...)
04.Dez.18

Contas de Instagram que devem mesmo seguir #2

Como este post é, talvez, o mais visitado aqui no sítio, achei que estava na altura de vos trazer mais algumas contas que sigo e de que gosto muito. Ora então, como vocês já sabem o Instagram é a rede social onde passo mais tempo e de que mais gosto. Tenho interesses muito variados e isso reflete-se também nas pessoas que sigo. Hoje trago-vos uma outra seleção de (...)
30.Nov.18

E quando temos um amigo virtual aos 25 anos?!

Lembram-se de, com 14 anos, terem imeeeeensos amigos virtuais? Daqueles que não conheciam de lado absolutamente nenhum ou que eram amigos do amigo daquela nossa prima? Pessoas que nos surgiam na vida pelo hi5 ou pelo MSN, mas que, do nada, se tornavam grandes amigos? Lembram-se? Naquele tempo em que as mensagens ainda eram limitadas e a gente ficava tristíssima por, ali no final do mês, já não poder estar seeeeeeeeeeeeeempre a falar com eles? Se isto não vos é familiar vocês não (...)
29.Nov.18

Então e o que é se aprende em conferências de RH?

Depois de uma semana de imersão num curso executivo para lá de espetacular (do qual também falarei em breve), fui, ontem, a mais uma conferência sobre a gestão de recursos humanos, mais especificamente no que refere ao papel das soft skills na gestão e liderança de pessoas e, provavelmente, quando estiverem a ler isto, estarei já a caminho de outra, ainda que com uma premissa diferente. Mas então e o que é que se aprende nas conferências da especialidade? Porque é que há uma (...)
28.Nov.18

Sobre esta coisa do artigo 13

Não sei se estão a par, mas na segunda-feira o mundo (virtual) caiu com o mais recente vídeo do Wuant, que podem ver aqui, sobre o artigo 13 e as implicações nas redes sociais. Só me apercebi mesmo ao final do dia quando vi youtubers, instagrammers e tuditudi a partilhar o vídeo como uma espécie de presságio do fim do mundo, alarmadíssimos com o fim da Internet. Vi, pela primeira vez, um vídeo do Wuant. (...)